sábado, 15 de janeiro de 2011

TAAG – Kombi de Asas!

 

Broder… a TAAG, companhia aérea angolana, está me assustando de verdade. Um incidente atrás do outro. Apesar de falha gravíssima de não pontuar as milhas viajadas de seus clientes eu estava começando a gostar da companhia.

 

Depois dos aviões novos com 4 turbinas; os assentos são maiores, a nave mais limpa, as aeromoças mais bonitas, magras e simpáticas (nem tão simpáticas assim) e o voo mais rápido! Mas pelo visto a rapidez da companhia poderá levar os clientes mais cedo para o outro lado da vida.

 

Saca essa notícia de 14 de janeiro de 2011:

O boeing 747-300 da TAAG, matrícula D2-TEB que realizava o voo DT-746 entre São Paulo Guarulhos, SP (Brasil) e Luanda (Angola), não conseguiu recolher os trens de aterragem depois da decolagem em São Paulo, despejou o combustível perto do VOR Bragança cerca de 30 minutos a norte do Aeroporto de Guarulhos e voltou para Guarulhos, para um pouso seguro.

 

TAAG1 

TAAG4

TAAG2

TAAG3 

TAAG5

 

E você acha que para por aí? Leia esta notícia ou esta!

 

Mudei de opinião, prefiro fazer o trecho Angola > África do Sul > SP > RJ e levar 2 dias para chegar em casa do que viajar de TAAG e levar uma vida inteira.

CHILE: Valparaiso & Viña del Mar

 

DSC_0018

 

Valparaiso? Uma Caminito gigante ou uma Rocinha colorida. O cidade é tão feia e sem graça que só conseguimos ficar meio dia lá. Conhecemos a segunda casa de Pablo Neruda, conhecida como La Sebastiana. Até que foi legal, mas só!

 

DSC_0059 DSC_0051

 

Mas até que foi bom. A decepção com Valparaiso nos levou para Reñaca (um bairro praiano de Viña del Mar). O local é muito parecido com as cidades da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. Com uma mistura das cidades gregas.

 

DSC_0125

 

Chegamos lá e deu uma incrível vontade de ir à praia. Estávamos de calças e casaco. Tratamos de caçar uma loja que vendesse camiseta, bermuda e sunga. A Sandra preferiu passear e ver lojas.

 

Conseguimos comprar bermuda e camisa, mas nada de loja vendendo sunga. Pensamos; “Não é possível que não exista uma loja que venda sunga num centro comercial de frente para praia!!”.

 

A única coisa que conseguimos foram sungas boxer de natação. DETALHE: só tinha um modelo e da mesma cor, ou seja, SUNGAS IGUAIS! Imagina a cena! Aliás, imaginar pra quê? Olhe-a aí embaixo!

 

 DSC_0135 DSC_0140

 

Nós andávamos pela praia e vários grupinhos de chilenas rindo e apontando. Geral olhando como se fóssemos ETs. Foi MICANTE! A Sandra deu um pulo na praia de roupa mesmo. Normal lá, várias pessoas de roupa na areia. Se é aqui no Brasil, o mico seria deles!

 

 DSC_0143 DSC_0145

 

Voltamos para Viña del Mar, que é uma cidade aconchegante e com várias opções de lazer. Isso tudo no dia 31 de dezembro, a virada do ano ainda nos aguardava!!

 

Mas fica para o próximo post… foi FODA!