sábado, 25 de setembro de 2010

Bariloche: Quarto Dia!

Saco cheio de escrever sobre a Argentina já… no quarto dia fizemos o passeio “Circuito Chico” (chico=pequeno). O passeio é divido em 4 partes:

Parte 1 – Cerro Campanary
Apenas uma montanha com uma visão espetacular.

DSC_0590 DSC_0611
DSC_0616 DSC_0618
DSC_0669 DSC_0674

Às vezes uma foto podem dizer mais que mil palavras…

DSC_0683 DSC_0694

Parte 2 – Fábrica Rosa Mosqueta

Uma pequena fábrica, quase caseira, de uma miracula planta que certa época do ano da flores (rosa mosqueta) e em outra dá frutos. E da Rosa eles fazem miraculosos produtos. Bem, pelo que entendi a explicação da simpática demonstradora (fui irônico!) esses produtos fazem milagres.

DSC_0739 DSC_0738

Parte 3 – Miradouro

Bem, acho que vocês já conhecem esse miradouro. Não sabia que ele estava incluso no passeio, mas dessa vez eu comprei um relógio foda.

DSC_0744 DSC_0749

Parte 4 – Capela São Eduardo

A quarta parada é a simpática igreja de madeira próxima ao hotel Llao Llao (pronuncia-se xau xau), o mais sofisticado da região. No lugar também há sempre um cão da raça São Bernardo pronto para tirar uma foto contigo. Mas claro, ele tem dono e você terá que pagar pela foto.

DSC_0774 DSC_0757

Depois desse super maneiro (fui irônico de novo!) passeio voltamos para a cidade. Visitamos o centro cívico de Bariloche e uma pequena fábrica de chocolate.

DSC_0790 DSC_0784
DSC_0787 DSC_0803
DSC_0820 DSC_0822

Mas no caminho encontramos um cachorro de rua que apelidei de Lobinho, o safado ficou seguindo a gente por todo percurso. Quando entrávamos nas lojas ele esperava do lado de fora. ‘Mó’ vontade de trazê-lo para o Brasil.

DSC_0816 DSC_0817

Depois paramos para comer numa churrascaria, tinha até uma réplica da cabeça do Zé lá… ahahahahhahaha

DSC_0812 DSC_0811

E assim acabou nosso tour em Bariloche. Depois voltamos para Buenos Aires e ficamos um dia para fazer compras. Quase comprei outra mala para trazer as roupas que comprei na rua dos Outlets (roupas de marcas fora de linha).

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Bariloche: Terceiro Dia!

Infelizmente ou felizmente o rafting foi cancelado porque o governo interditou o rio porque o nível da água subiu muito com as chuvas das últimas semanas. Negociamos com a agência e trocamos o rafting por dois passeios: de manhã Canopy e de tarde Skibunda. A van passou no hotel para nos pegar e depois foi para outro hotel pegar uma mulher que faria o passeio com a gente. Sei que a gente teve que esperá-la acordar, trocar de roupa e ainda passar no salão do hotel para pegar uns quitutes. CARA-DE-PAU!! Mas ela sentiu que foi fuzilada quando entrou na van.

DSC_0246

Conversa vai, conversa vem e começamos a nos enturmar. Chegamos ao ponto onde recebemos o treinamento para fazer canopy (com direito a certificado e tudo). Uma galera gente fina pra caramba! O Zé cheio de medo de não deixarem ele fazer pq estava com o braço enfaixado.


DSC_0232

Subimos uma montanha lá que agora não sei o nome. Ao total foram 10 viagens de tirolesa entre as árvores. Pena que não foi ao ar livre, mas foi muito irado!!

 DSC_0333 DSC_0366
DSC_0359 DSC_0374

DSC_0316

Depois do canopy demos um pulo no mirante; sente a paissagem espetacular. Neste pequeno mirante tem umas barracas de venda do artesanato local. Também o revoltante comércio com animais, o São Bernardo da foto deve estar de saco cheio de posar para fotos.

DSC_0429 DSC_0420

Na volta fomos com a Sandra alugar as roupas para fazer skibunda, deixamos ela no hotel e fomos almoçar. Dessa vez fomos nós (+ a Sandra) que atrasamos a van, a galera queria matar a gente! hahahaha... Subimos outra montanha… a Sandra esqueceu o passe para entrar na área de acesso as pistas de skibunda… tsc tsc… teve que pagar de novo. hahahahhaha

DSC_0431 DSC_0433
DSC_0496 DSC_0525

Subimos de teleférico. A montanha tem 5 pistas, algumas legais outras bem fracas. Descer a montanha de skibunda é cansativo porque as pistas são cumpridas e o braço cansa de ficar na mesma posição. Mas mesmo assim é muito irado.

FOTO CD-PISTA 1Y4-087 FOTO CD-PISTA 2Y3-015
FOTO CD-PISTA 1Y4-134 FOTO CD-PISTA 1Y4-001

Altas competições lá em cima. A Sandra é muito trapaceira e o Frango ficou por último todas as vezes (muito lerdo!). Até o Zé com o braço quebrado chegou na frente dele. Tive que trapacear e empurrar a Sandra morro abaixo algumas vezes, mas ela foi esperta e conseguiu se salvar…. humpf! Gravamos até um vídeo.



No final do dia paramos para comer uma suculenta truta com purê.

DSC_0585 DSC_0583 

E assim foi o penúltimo dia em Bariloche...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Bariloche: Segundo Dia!

Mais um dia... acordamos bem cedo... tomamos o café da manhã 'safado' (entenda-se ruim) do hotel. Era o dia de esquiar no Cerro Catedral (montanha que faz parte da região patagônica). Convencemos o Zé a ir com o braço enfaixado mesmo só para ver como é. Em menos de um hora chegamos no pé da montanha, quase uma mini cidade. Alugamos os esquis (as roupas já estavam alugadas) e óculos (que não serviu para porra nenhuma). O Zé pegou um táxi e foi embora motivado pelo tédio. Hahahha... bem feito!




Duas horas de aula no começo da montanha antes de sermos liberados para esquiar sozinhos. Foi mais que o suficiente. Esquiar nem é tão complicado, o FODA é subir tudo de novo. Pois é, não pagamos a tirolesa que leva de volta ao topo. Levei alguns tombos que ocasionaram outros, mas até aí é normal.



Quando a aula acabou e estávamos mortos, fomos devolver os esquis e COMER. Claro que outro fator que contribuiu para não esquiarmos lá do alto da montanha além do cansaço foi o cagaço e o preço alto para subir pelo teleférico (para andar de esqui é bem mais caro).


 Ps: Quer? Compraaaa... hahahaha

Pagamos o preço somente para visita. A visão panorâmica do alto do Cerro Catedral é simplesmente FODA. Tiramos várias fotos e até brincamos um pouco na neve. Tomei um chocolate quente no restaurante que tem lá, e tava muito bom!




Fizemos a singela homenagem a Paulinha, grande amiga!


E até achei uma loja com o nome que chamo a minha mãe... Mamuska!



Achei esquiar um pouco chato, preferia ter feito snowboard! Mas valeu a pena começar pelo clássico.


Final do dia tava todo mundo morto!